Bom dia, Paraíba

O alarme rasga o silêncio do quarto. Abafo o som debaixo do travesseiro, pra sofrer sozinha. Cinco, dez, trinta minutos. É hora. É cedo. É noite.

Segue um ritual previamente planejado. Acendo uma luz, apago outra. A toalha, a escova, a roupa, tudo em seu devido lugar. Qualquer erro custa uma saída de casa sem escovar os dentes.

Tudo calculado. Tudo no escuro.

Em quinze minutos. Não há tempo a perder às 3 da manhã. Na van, olhares cansados e “bons dias” sufocados entre os dentes. A turma da madrugada se reconhece em sussurros.

Caminho curto para o sono que demora a se acomodar no banco duro.

Um vigilante dorme na primeira esquina. Um moribundo vagueia na contra mão. Operários movimentam a ciclovia, na rotina insana de cruzar a cidade antes do nascer do sol.

Nos dias de festa, boêmios dançam entre os carros, zombando da sobriedade de quem não tem folga.

A cidade espreguiça. Se estica, aos poucos, no ritmo dos estalos da coluna do motorista.

Gazeteiros se organizam pra saída em massa. Bicicletas e jornais espalhadas pelo chão.

A descida é rápida. O barulho do ponto dá a largada. Restam menos de duas horas. Maquiagem, cabelo, roupa. Transformação. Tô pronta.

Lá fora, o primeiro sol das Américas ilumina a cidade narrada na TV. No ar!

Bom dia, Paraíba.

Anúncios

13 comentários sobre “Bom dia, Paraíba

  1. Patricia Rocha, venho por meio desta mensagem solicitar o seu apoio. Faço parte dos aprovados do último concurso realizado pelo MP-PB (2015) para o cargo de técnico sem especialidade, num total de 68 pessoas, além de dezenas de pessoas que estão no Cadastro de Reserva. Atualmente, conforme consulta realizada no sistema Sagres do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, o MP-PB possui mais de 300 servidores cedidos, os quais advêm dos quadros do Estado da Paraíba e das prefeituras locais. Para se ter uma ideia da gravidade,vários deles são professores e policiais militares. O citado número é 2 vezes superior ao número de servidores efetivos do MP. Internamente, as autoridades do MP-PB admitem o déficit, apontam que há mais de 58 promotorias sem nenhum servidor efetivo. Analisando uma denúncia de 2011, o TCE-PB determinou que o MP-PB devolvesse todos esses servidores no prazo de até 6 meses, mas, de fato, observa-se que o MP-PB não tem interesse em cumprir a decisão. O concurso fora feito em 2015, mas até agora não houve sequer uma nomeação. Você poderia abraçar essa causa ? Não estou pedindo para estar ao nosso lado, mas ao lado da justiça. Diante disso, tenho uma sugestão: realizar uma matéria com algum membro do TCE-PB, de onde veio a decisão; e com o Procurador Geral de Justiça do MP-PB, que terá de cumpri-la. Assim sendo, todos nós, cidadãos, iríamos ver o que o MP-PB, órgão que deve respeitar a Constituição e dá exemplo teria a dizer.

  2. Finalmente “desenterrou” o blog. E, como sempre, em grande estilo. Seus textos servem de inspiração para muitos, inclusive para mim, que trocam vírgula por ponto e não compreendem que razão e emoção devem caminhar juntas para o desenvolvimento de um texto bem escrito. Bem vinda de volta, Patricia!

  3. Tudo muito bem descrito… Acordei, fiz o trajeto e disse bom Dia, Paraiba junto contigo! Parabéns amiga. Lindo texto.

  4. Bela dissertação descritiva! Você tem um jeito de escrever cativante. Continue sendo essa profissional competente que é e não perca esse seu lado humano e observador. Now, I gotta go! o/

  5. Muito bom esse seu ponto de vista.
    Legal, essa sua maneira de descrever de que forma você vê o nosso amanhecer, na crueza do dia a dia, e diante dessa realidade, você consegue entrar em nossos lares nos dando bom dia com tanta doçura.

  6. Parabêns filha não só por seu belo texto, como também pelo seu valioso trabalho, em que tem a oportunidade de executar tudo que aprendeu e com amor. Deus te abençoe. Sua mãe.

  7. Excelente texto, Patrícia. Seus textos são sempre emocionantes e dá pra sentir na pele o que você nos conta!!! Super abraço!!! :)

  8. Oi filha!!! Já estava com saudades de seu blog !!! Como pai, não posso negar que eu e sua mãe achamos que esse horário é pesado, muito pesado…mas ao mesmo tempo sabemos que você ama o que faz…e o faz muito bem!!!
    Todas as vezes (no mínimo 3 por ano) que vamos a João Pessoa, tenho o privilégio (um dia pelo menos) de assistir o seu Bom Dia Paraíba dentro dos estúdios e presenciar como você trabalha com amor e nem parece essa pessoa que acorda de madrugada e tem esse ritual diário!!! Saúde sempre… Te amo. Seu pai.

  9. Eu, que assistia ao Bom Dia quase que diariamente no período das férias, por ironia do tempo a partir de hoje o tenho como referencia do passar das horas. Entre uma pressa e outra, entre o banho curto e o café rápido, ouço a trilha do jornal, o narrar da notícia que ecoa na sala e na cozinha. Para mim, são referências do tempo que se renova, indicação de que novos desafios se aproximam. Adrenalina. É hora de descer as escadas, de enfrentar o trânsito frenético até chegar à universidade. No encontro dos ponteiros, ao meio dia, começo a ter uma amostra do que me servirá de inspiração ao raiar do próximo sol. É sempre um prazer.

  10. Belo texto Tita ! minha sobrinha querida. Parabéns! Amo a madrugada e você descreveu muito bem. Sucesso Sempre🍀🍀🍀🍀🍀

  11. Do outro lado da tela, meu despertador toca. 5:57h, pra conseguir ligar a TV a tempo de ouvi-la dizendo “bom dia, Paraíba”. Meu primeiro “bom dia” todos os dias. Ele chega aos meus ouvidos antes que o da minha própria mãe, que não tarda muito pra gritar lá da cozinha “levante agora, senão você vai me atrasar!”
    Ela segue me informando e eu me divido: um olho aberto, outro fechado. Uma arrastada até o banheiro. O banho tem que ser no intervalo. Até o segundo intervalo, vale salientar, senão é atraso na certa! Meu relógio aparece no canto inferior esquerdo da minha TV. Roupa aqui, suco acolá e “mais informações no JPB, ao meio dia” soa no quarto. Mas pra mim, sinceramente, soa como “CORRE! VOCÊ TÁ ATRASADA!”
    Os créditos sobem e, junto com ele, minha adrenalina enquanto ouço o barulho da minha mãe ligando o carro. Puxo a bolsa do cabide, pego qualquer sandália, arranco o celular da tomada com carregador e tudo, pulo no carro e ufa! Bom dia! Agora ele começou!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s